logotipo ence

 

Núcleo ENCE Covid-19
Agenda de Eventos Externos
Horário
Seloge.
processo_seletivo.
SAS
1/6 
start stop bwd fwd

Defesa de Dissertação de Max Vitor Kazutoshi Arabori

 

ESCOLA NACIONAL DE CIÊNCIAS ESTATÍSTICAS
Pós-Graduação em População, Território e Estatísticas Públicas
Defesa de Dissertação

A Escola Nacional de Ciências Estatísticas convida para a defesa da Dissertação de Mestrado intitulada: “As mudanças no bem-estar social nas Unidades Federativas do Brasil”

Aluno: Max Vitor Kazutoshi Arabori
Data: 29 de agosto de 2018 – Quarta-Feira
Horário: 10h00m
Local: Ence – Rua André Cavalcanti, 106 – Sala 306 – Bairro de Fátima

Resumo da Dissertação: O significativo desenvolvimento social e econômico recente foi, por um lado, condicionado pelos grandes avanços no progresso técnico-científico, que se iniciam, principalmente, com a Revolução Industrial e as elevadas taxas de crescimento econômico a partir do século XVIII, e, no século XX, após a Segunda Guerra Mundial, com o aumento das preocupações com o desenvolvimento humano (resulta, inclusive, nas discussões sobre Estado de bem-estar social). Nesse contexto as sociedades modernas passaram a se importar cada vez mais com a implementação dos direitos humanos, com a redução da desigualdade e com a promoção do bem-estar de uma forma geral. É nesse sentido que se fomentou um ambiente propício para a criação de diversas ferramentas para a compreensão e mensuração do desenvolvimento humano. Nesse âmbito, o presente trabalho se propõe a elaborar um índice que meça o nível de bem-estar social de uma forma dinâmica para as Unidades Federativas do Brasil. Para isso foram utilizadas variáveis de quatro dimensões: economia, saúde, educação e infraestrutura. Além disso, foi utilizado um método de estatística multivariada, a análise fatorial, para a criação do índice. Esse método foi útil para definir quais foram os pesos de cada variável e dimensão no índice sintético. Os resultados apontam uma assimetria do nível de bem-estar entre as Unidades da Federação. De maneira geral, as regiões Norte e Nordeste apresentaram um resultado menos favorável do que as demais partes do país. Outro ponto importante foi o fato de que, mesmo que diversas UFs tenham apresentado resultados semelhantes no índice sintético, foram constatadas amplas desigualdades entre elas no que diz respeito ao desempenho nas dimensões, de modo que as políticas públicas devem ser direcionadas para que sejam eficientes em suprir as necessidades específicas de cada local.

Banca examinadora:
Dr. César Augusto Marques da Silva (Ence/IBGE) – Orientador
Dr. Gustavo da Silva Ferreira (Ence/IBGE) – Coorientador
Dr. Paulo de Martino Jannuzzi (Ence/IBGE)
Dr. Daniel Takata Gomes (Ence/IBGE)
Dra. Andrea Paulo da Cunha Pulici (IPP)

Coordenação de Pós-Graduação
CÉSAR MARQUES

Endereço: Rua André Cavalcanti, 106 - Bairro de Fátima - CEP 20231-050 - Rio de Janeiro