logotipo ence

 

Núcleo ENCE Covid-19
Agenda de Eventos Externos
Horário
Seloge.
processo_seletivo.
SAS
1/6 
start stop bwd fwd

Defesa de Tese de William David Morán Herrera

 ESCOLA NACIONAL DE CIÊNCIAS ESTATÍSTICAS

Pós-Graduação em População, Território e Estatísticas Públicas

Defesa de Tese

Aluno: William David Morán Herrera

Data: 28 de Fevereiro de 2020 – Sexta-Feira

Horário: 14:00h

Local: Ence - Rua André Cavalcanti, 106 – Sala 306 – Bairro de Fátima

Resumo: Na literatura diferentes trabalhos vêm destacando que nos últimos anos o Brasil está imerso num processo de desindustrialização precoce e mais recentemente esse processo tem ganhado dinamismo pela ação da financeirização que reprime o investimento produtivo. A Complexidade Econômica (CE) é uma proxy da estrutura produtiva de um determinado espaço geográfico, refletindo a sinergia entre o conhecimento técnico das redes produtivas locais e o marco institucional estabelecido entre pessoas, empresas e governo. A CE está fundamentada nos conceitos de Diversidade e Ubiquidade para construir um Índice de Complexidade Econômica dos países. Este trabalho busca entender o desenvolvimento dos estados brasileiros do ponto de vista da CE no período 1998-2017 desenvolvendo o Índice de Complexidade Econômica (ICE) adaptando-o para as grandes regiões e estados brasileiros. Os resultados possibilitam afirmar que a estrutura produtiva e a inovação realmente refletem o desenvolvimento econômico das regiões e estados brasileiros. Desta forma os estados com maior CE se encontram nas regiões Sudeste e Sul e que em vários estados existe uma queda/estagnação da CE o qual aponta para o atual processo de desindustrialização e alto grau de financeirização da economia. Ressalta-se ainda que os resultados oferecem subsídios aos agentes políticos e econômicos, proporcionando-lhes um leque de opções mais amplo e pertinente para a formulação e implementação tanto de políticas industriais ou setoriais, quanto de estratégias nacionais de desenvolvimento econômico e social.

Palavras-chave: Diversidade, Ubiquidade, Vantagem Comparativa Revelada, Sofisticação produtiva. Mudança estrutural.

Banca examinadora:

Dra. Júlia Célia Mercedes Strauch (ENCE/IBGE) - Orientadora

Dr. Miguel Antônio Pinho Bruno (ENCE/IBGE) - Coorientador

Dr. Paulo de Martino Jannuzzi (ENCE/IBGE)

Dr. José André de Moura Brito (Ence/IBGE)

Dr. Alexis Toribio Dantas (UERJ)

Dr. Eduardo Costa Pinto (UFRJ)

Coordenação de Pós-Graduação

Endereço: Rua André Cavalcanti, 106 - Bairro de Fátima - CEP 20231-050 - Rio de Janeiro